Você está satisfeito(a) com a administração Padre Franco?

sexta-feira, 3 de julho de 2009

CACOAL: CONTEXTO HISTÓRICO N° 059

1909
*Marechal Cândido Mariano da Silva Rondon iniciou os trabalhos para a instalação da Linha telegráfica entre Cuiabá e Santo Antônio do Madeira.

1920
*Por volta deste ano, o paraibano Anísio Serrão de Carvalho chegou à região amazônica, atualmente, trecho entre Pimenta Bueno e Presidente Médici. Teve como trabalho, a função de guarda-fios junto a Comissão Rondon.
*Teotônio Maurício Vanderlei, chegou a região seringalista e requereu do Governo de Mato Grosso as terras que hoje compreendem o Setor prosperidade, as fazendas castanhal, Góis, Luciane, Vale dos Sonhos e parte entre a linha 01 à 05.

1930
*Anísio Serrão de carvalho casou-se com a seringueira Rosa Aurora.

1932
*Nas proximidades do igarapé Pirarara com o rio machado, nasce Obedis, o primeiro filho do casal Anísio Serrão e Rosa Aurora.

1934
*Nasce Euza, segundo filho de Anísio Serrão e Rosa Aurora.

1936
*Anísio Serrão, inspirado por uma grande quantidade de cacau nativo, nomeia o local de “Cacaual, Cacoal ou cacual”. Neste local, também nasceram: Maria de Nazaré, Eliza e Manoel, outros filhos de Anísio e Rosa.

1943
*Em 13 de setembro de 1943 foi criado o estado de Rondônia, denominado Território Federal do Guaporé.

1944
*Devido complicações pós-parto do quinto filho, Manoel, morre Rosa Aurora, esposa de Anísio Serrão.
*O Governo Federal definiu os limites do Território Federal do Guaporé.
*Chegaram a região seringalista, atual Cacoal, os soldados da Borracha: Manoel Modesto, Jovino Souza da Silva, Santo Amaro, Chiquinho dos Porcos, Valdomiro e Marcos da Luz.

1945
*Nova divisão político-administrativa, o Território Federal do Guaporé passou a conter dois municípios: Porto Velho, criado pelo Governo do Amazonas em 1914 e Guajará-Mirim, criado pelo Governo do Mato Grosso em 1928.

1946
*Anísio Serrão passou a viver com a seringueira Rita Vieira.

1950
*José Cassimiro Lopes, seringueiro, chegou a Cacoal e fixou residências nas proximidades da confluência do igarapé Tamarupá com o rio Machado.

1951
*Índios da região mataram o jovem Obedis, filho de Anísio Serrão. Devido esta tragédia, Anísio mudou-se para Guajará-Mirin.

1954
*Anísio Serrão retornou a região de Cacoal e encontrou parte de suas terras ocupadas.
Teotônio Maurício Vanderlei, vendeu 30 mil hectares de terras para o seringalista Zacarias Nunes.

1959
*Teotônio Maurício Vanderlei vendeu ao seringueiro Luiz Pedro aproximadamente 10 mil hectares de terras, atual Setor Prosperidade.
*Para fazer extração de látex, José Cassimiro Lopes solicitou do Governo territorial a posse da área, atual fundos da Ceron, partes do Jardim Bandeirantes, Jardim Cristal do Arco Íris e Vista Alegre.


1960
*Outros aventureiros chegaram a região e ocuparam mais partes das terras de Anísio Serrão.
*José Cassimiro Lopes trabalhou com a equipe de topógrafos na abertura da BR-364.

1965
*A família Nunes de Almeida traz para Cacoal as primeiras sementes de café.

1967
*Chegou à região Angelina Manoela. Trabalhou como cozinheira em uma empresa responsável pela construção das pontes em Pimenta Bueno e Riozinho. Manoela que casou com José Laurentino. O casal comprou o direito de posse de um terreno que atualmente está situado o bairro do Incra. Em 1972, esse terreno foi desapropriado pelo INCRA.

1969
*Anísio Serrão foi nomeado Juiz de Paz em pimenta Bueno.


1972
*Maria de Lourdes Kemper do Prado chegou a Cacoal juntamente com seus familiares. Escreveu recentemente o livro: Cacoal, sua história sua gente.
*Os colonos com foice e facão abriram as primeiras picadas no meio da mata para chegar aos seus lotes. O que forão picadas na época formam hoje as linhas vicinais do município.

1973
*Teodomiro Nonato de Oliveira instalou o Bar Esporte que foi uma das primeiras construções de madeira serrada, com cobertura de telha de barro.
*Adilton Paulo Notário instalou o Açougue Rio Mar. Além de comercializar a carne no estabelecimento, Adilton usava uma carroça para fazer a venda nas ruas e avenidas da vila.
*Antônio Deodato Durce instalou uma máquina de beneficiamento de Cereais no centro da vila.
*No dia 6 de outubro é realizado o primeiro casamento na Igreja Sagrada Família de Cacoal. Os noivos eram Benedito Brandão de Souza e Maria Lúcia Domingues de Souza. E no dia 24 de novembro, casam os jovens José Mendes e Creuza Pereira dos Santos, esse foi o primeiro casamento realizado no Cartório de Registro Civil.

1976
*Morreu Anísio Serrão de Carvalho.

1981
*No mês de julho, faleceu Clodoaldo Nunes de Almeida. A escola Clodoaldo e o bairro Jardim Clodoaldo é uma homenagem a ele.


Referências:
KEMPER, Lourdes. Cacoal, sua história sua gente. 2. ed. Goiânia: Grafopel, 2006.
http://pt.wikipedia.org/wiki/Cacoal
http://www.cejovim.com/index.php?option=com_content&view=article&id=46&Itemid=56
http://www.citybrazil.com.br/ro/cacoal/historia.php

4 comentários:

Tereza Neide disse...

Clodoaldo Nunes comprou a seringal Castanhal de Zacarias Nunes em 1964 e não em 1954.

amigoderondonianota10@hotmail.com disse...

Olá Tereza, em minhas pesquisas encontrei controvércias, mas acredito que você tem toda razão. No ponto de vista de KEMPER (2006) Clodoaldo Nunes comprou o Seringal de Zacarias em 1964.

CLODOALDO NUNES PELOS CAMINHOS DO BRASIL disse...

Sou neta de Clodoaldo Nunes, filha de Damião Moreira Nunes, mudamos para Rondônia em 1964 e não existia o Cacoal. Meu pai e eu estamso organizando um livro sobre a história do meu avô e da família, estou trabalhando estas informações.

Anônimo disse...

intiresno muito, obrigado

COMUNICADO

Não solicitamos autorização de terceiros para a publicação de conteúdo neste blog. Caso alguém discorde de alguma publicação, entre em contato pelo e-mail amigoderondonianota10@hotmail.com e solicite, com justificativa, a exclusão do material.